Voluntariado - Revista CB 12/04/2009

Breno Fortes/CB/D.A Press
Mariana, Lindomar e Ana Clara
Largada para a solidariedade  

No dia dedicado ao renascimento, a história de pessoas que reinventaram a própria vida ajudando o próximo. Além disso, um guia para quem busca um trabalho voluntário e não sabe por onde começar ...

Patrulha Ecológica

Telefone: Cícero (9966 7332) e Nivardo (8440 1317).
Site: www.patrulhaecologica.org.br
As atividades, como a proteção de nascentes e plantio de árvores, ocorrem principalmente nos fins de semana. Para ser voluntário é preciso participar, no mínimo, de uma atividade por mês.

Fonte: Revista Correio Braziliense 12/04/2009

http://www.correiobraziliense.com.br/impresso/ 12/04/2009

Da editora

Páscoa é tempo de renascimento. Portanto, é o período ideal para falar da incrível capacidade humana de se transmutar em favor da própria sobrevivência ou do próximo. Uma das maneiras mais surpreendentes de mudar o rumo da vida é a solidariedade. Basta ouvir os relatos de quem fez de uma pausa ociosa no dia um momento especial para prover a necessidade de alguém. Contar uma história, ler, ensinar, amparar, nutrir, cuidar. A maioria das pessoas, no entanto, embora tenha a vontade de ajudar, não sabe como e por onde começar. Nas páginas 22 a 27, mostramos o início do caminho e o exemplo de pessoas que já não saberiam viver sem estender a mão ao outro.

...

Feliz Páscoa e boa leitura!   

Editor: Cristine Gentil // O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Subeditor: Alexandre Botão // O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Sibele Negromonte// O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Tel: 3214-1138

...

Pela natureza

Lindomar Soares, 45 anos, se entusiasma quando o assunto é o meio ambiente. “A natureza vale muito. Para defendê-la vou até o Japão, se preciso. Uma coisa que eu faça pode fazer uma grande diferença para a próxima geração”, acredita. Há 23 anos, ele é voluntário na ONG Patrulha Ecológica. O assistente administrativo não está sozinho, tem como aliadas no voluntariado as filhas Mariana, 15 anos, e Ana Clara, 9 anos. “Sempre que posso levo as meninas. Desde que eram pequenas, ensino o zelo pela natureza”, conta. As duas já plantaram centenas de ipês em lugares desmatados, protegeram nascentes, limparam córregos e até enfrentaram focos de queimadas perto do pai. “Eu já perdi a conta de quantas árvores plantei”, diz Mariana. Quando a nossa reportagem encontrou a família na área de proteção da ONG, perto da ponte do Bragueto, foram mais duas. A caçula Ana Clara aprendeu a beber a água fresquinha da nascente e pede ajuda dos amigos para proteger a natureza. “Não adianta nada a gente plantar e jogar lixo na rua. O meio ambiente pode desaparecer um dia por isso a gente tem que aproveitar muito”, ensina, como uma veterana no assunto. Mariana quer trilhar o mesmo caminho do pai e pretende passar adiante tudo o que aprendeu. “A Patrulha faz parte da minha vida. A minha avó passou para o meu pai e eu vou passar para os meus filhos. O que eu puder fazer para ajudar o meio ambiente vou fazer.”

Breno Fortes/CB/D.A Press 

Quer ser voluntário?

Algumas dicas para dar o primeiro passo:

Realize ações individuais

·  Estimule as crianças a se matricularem na escola, doe sangue, compre uma cesta básica para uma família carente, dê aulas de artesanato uma vez por semana, incentive a coleta seletiva de lixo no seu prédio, por exemplo.

Participe de campanhas

·  Faça doações de livros, brinquedos, alimentos, participe de ações que ocorrem periodicamente, como a campanha do agasalho, por exemplo.

Junte-se a grupos comunitários

·  Apoie uma escola pública perto da sua casa, participe da associação de moradores ou atue em alguma necessidade específica da comunidade, como urbanização e saúde.

Trabalhe em organizações sociais

·  Procure as que atuam em causas com as quais você se identifique ou que ofereçam oportunidades nas áreas da saúde, assistência social, educação, cidadania, cultura, meio ambiente.
 

Fonte: Centro de Voluntariado de São Paulo

  

Fonte: Revista Correio Braziliense 12/04/2009

Como fazer parte da Patrulha Ecológica?  

Faça um passeio pelo sítio www.patrulhaecologica.org.br e conheça as ações desenvolvidas pela organização.
Para se inscrever na Patrulha Ecológica é preciso efetuar o seu registro no final do box MENU PRINCIPAL, na opção "Sem conta? Criar Conta! (canto inferior esquerdo) e confirmar a inscrição clicando no link enviado para o e-mail informado no cadastramento.

Para fazer parte da associação como voluntário(a) é preciso fazer o curso de capacitação de patrulheiro(a). O curso acontece uma vez por semestre. Para mais informações acesse "ULTIMAS NOTÍCIAS".

As atividades da Patrulha são abertas à comunidade. Mesmo que não está capacitado pode participar dos encontros.

Joomla templates by a4joomla